Matricula:
Senha:
Sistema avaliativo
A avaliação, parte integrante do processo de ensino e aprendizagem, é contínua, cumulativa, e considerará, no desempenho do aluno, prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos, amparados nos objetivos da proposta pedagógica da escola. Na avaliação do aproveitamento do aluno, considera-se seu desenvolvimento nos aspectos cognitivo, afetivo e psicomotor em cada um dos componentes curriculares.

O processo de avaliação tem os seguintes objetivos:

1. Fornecer ao aluno informações sobre seu próprio progresso e/ou dificuldades que devem ser superadas;
2. Identificar as necessidades dos alunos no sentido de planejar e replanejar as atividades pedagógicas;
3. Ajustar os objetivos e experiências de aprendizagem às condições e necessidades do contexto em que se situa o estabelecimento;
4. Julgar o mérito do aluno para efeito de promoção.

Avaliação Trimestral:

O sistema de avaliação é trimestral, ou seja, teremos entrega de boletins três vezes  ao ano. O professor passa a ter mais tempo para acompanhar a aprendizagem do aluno em cada etapa da avaliação e maior tranquilidade para a recuperação paralela dos conhecimentos que o aluno eventualmente não tenha conseguido (re)construir. Os instrumentos de avaliação do rendimento do aluno são os seguintes: provas, pesquisas, apresentações de trabalhos individuais ou em grupo, exercícios, tarefas de casa e outros possíveis. Para avaliação do aproveitamento do aluno, adotamos o sistema de 100 (cem) pontos cumulativos anuais em cada componente curricular. Os pontos são divididos em 3 (três) trimestres letivos, na seguinte proporção:

PERÍODO

PONTOS MÁXIMOS

PONTOS MÍNIMOS

1º Trimestre

30

21

2º Trimestre

30

21

3º Trimestre

40

28


Será considerado aprovado em cada componente curricular o aluno que obtiver, no mínimo, 70 (setenta) pontos acumulados durante os três trimestres letivos.
Na Educação Infantil e 1º Ano do Ensino Fundamental, a avaliação é feita no decorrer do processo, sendo fornecido aos pais, trimestralmente, em forma de relatório individual. Esta tem caráter orientador, levando-se em conta o desenvolvimento da criança no aspecto lógico-objetivo, cognitivo e psicomotor, sem a preocupação de notas ou conceitos para promoção.

No Ensino Fundamental Séries Iniciais (2º ao 5º Ano), o resultado quantitativo é expresso trimestralmente através de pontos no respectivo componente curricular e relatório individual, onde constarão os avanços e as aulas que precisam ser melhor trabalhadas.

No Ensino Fundamental Séries Finais (6º ao 9º Ano), o resultado quantitativo do aproveitamento é expresso trimestralmente, através de pontos no respectivo componente curricular.

A avaliação do aproveitamento dos alunos Portadores de Necessidades Educacionais Especiais é acompanhada, também, de relatório individual. As atividades avaliativas destes alunos são sempre adequadas às características específicas de cada um.

Prática da Recuperação

O processo de recuperação é concomitante e paralelo ao processo de aprendizagem, ou seja, acontece ao longo do ano, não havendo mais atendimento pós ano letivo (Recuperação Terapêutica). A recuperação paralela é o desenvolvimento de atividades e dinâmicas que visam a real aprendizagem e o atendimento às dificuldades apresentadas pelo aluno. Aos alunos que apresentam mais dificuldades de aprendizagem, estabelece-se oportunidade adicional de estudo, encaminhado pela Supervisão Pedagógica, podendo ser desenvolvida na própria escola ou de outra forma, gerando um custo que deve ser assumido pelo responsável do aluno.

Recuperação Intensiva
 
Ao final do 1º e 2º trimestres, acontece a Recuperação Paralela Intensiva, que consiste em uma oportunidade especial ao aluno que não tenha atingido os pontos mínimos somatórios no trimestre de realizar nova avaliação, com valor de pontos máximos igual a 30 (trinta), considerando os pontos do trimestre a ser recuperado.

Prova Final 

A prova final é uma oportunidade ao aluno que não atingiu os 70 (setenta) pontos mínimos necessários para a promoção. Nesta prova final, o aluno deve atingir o mínimo de 70 (setenta) pontos.

Provas de Segunda Chamada

É aplicada ao aluno que tenha perdido uma ou mais provas na data prevista. Esta oportunidade está amparada pela Lei nº 7102 de 15/01/1979, nos casos de doença ou luto, entre outros. Em caso de ausência não justificada, a prova será concedida mediante pagamento de uma taxa junto à secretaria da escola.


ESCOLA LUTERANA

Rua. Mahatma Gandhi, 186
Vila Velha - ES, 29108-060‎, Brasil
Telefone: (27) 3229.9256 | (27) 9 8829.0095
E-mail: secretaria@escolaluterana.com.br
Mapa do Site

A ESCOLA
>Institucional
>Orientações e normas gerais
>Metodologia de ensino
>Sistema avaliativo
>Estrutura
EDUCAÇÃO INFANTIL
ENSINO FUNDAMENTAL
MATRÍCULA
EQUIPE
CALENDÁRIO ESCOLAR
GALERIA DE FOTOS
PROJETOS
CONTATO
ATIVIDADES EXTRACURRICULARES
Atendimento
De segunda à sexta
7h às 17h45
Parceiros